Um Pouco da História de Carmen Miranda

Anitta? Wesley Safadão? Não, não…a maior celebridade internacional brasileira de todos os tempos foi Carmen Miranda, disparada! Além de ter sido a que melhor divulgou a cultura brasileira lá fora, ganhando o apelido de “The Brazilian Bombshell” ou “A Explosão Brasileira”.

Apesar de muitos brasileiros na época, considerarem que ela sujava o nome do país lá fora, o que não era verdade.

Isso era muito falado por invejosos, os haters da época, já que ela fazia muito sucesso mundo a fora. Essa história tanto é verdade, que ela escrever a música “Disseram que Eu Voltei Americanizada”, inspirada neste fato.

Sua carreira se deu entre 1930 e 1950, dividida entre Brasil e EUA. Inclusive, chegando a ser a mulher mais bem paga nos EUA. Extremamente respeitada, no país norte americano.

Seu grande sucesso veio em 1930, com a marcha “Pra você gostar de mim“, antes mesmo do final do ano, todos os jornais da época, já diziam que Carmem era a maior cantora brasileira.

Indo um pouco mais a fundo no sucesso internacional da cantora, em 1939 ela estreou o espetáculo “Streets of Paris“, em Boston, nos EUA.

Foi um grande sucesso! Tanto de público, como de crítica. Indo mais além ainda, ela se apresentou para o presidente dos EUA na Casa Blanca, em 1940, para o então presidente Franklin D. Roosevelt.

Em 1940, ela volta ao Brasil, nos braços do povo! Saiu aplaudida do Cassino da Urca, na sua primeira apresentação teatral.

De 1942 até 1953, ela atuou em 13 filmes de Hollywood, indo nos mais importantes programas de rádio, televisão e jornais da época. Mesmo, em plena Segunda Guerra Mundial.

Com 46 anos, ela se foi… Carmem Miranda morreu de colapso cardíaco. Seu corpo foi enterrado no Rio de Janeiro, no dia 12 de agosto de 1955. No ano seguinte, 1956, o prefeito do Rio de Janeiro criou o Museu Carmen Miranda, inaugurado em 1976 no Aterro do Flamengo.

Gostou? Então compartilhe com seus amigos!

Um Pouco da História de Carmen Miranda
4.4 (88.89%) 9 votes

Deixe um comentário